.

02/12/2018

Brasfoot 2019, mais novidades sobre a próxima versão!

Fala VFooteiros!

Hoje dia 2 de dezembro (meu aniversário), venho trazer uma informação quente e em primeira mão para vocês, que assim como eu são apaixonados pelo Brasfoot!

Logo após o lançamento da versão Mobile (clique) que esperávamos a muito tempo, Emmanuel dos Santos confirmou que haveria a versão 2019 do game e que haveriam novidades (confiram clicando aqui).

No último dia 1°, ele liberou para a Vício Foot, a informação que "pra facilitar a vida de todos, a partir de 2019 o android e o pc usarão os mesmos arquivos de times". Isso significa que a partir da versão de 2019 os arquivos dos times do jogo passarão a ter um formato único e poderão ser facilmente usados tanto no Mobile quanto no Desktop, facilitante muito a vida de todos nós.

Porém não foi somente isso, segundo ele, "Os arquivos .ban (arquivos usados na versão Mobile) serão usados no pc. Inclusive poderá usar os do 18", o que facilitará em muito a vida de quem faz patches, e poderá facilmente somente atualizar as equipes de acordos com os novos plantéis.


Por enquanto essas são as novidades sobre a versão que virá em 2019, deixe aqui nos comentários as sugestões que vocês tem, tanto para Desktop quanto para Mobile que vamos fazer um compilado e levarmos ao Emmanuel dos Santos.

10 comentários:

Unknown disse...

Tô no e-mail da minha mina p dizer que gostei. Seguimos.

Anônimo disse...

Ótima notícia obrigado pela informação

Cassio Antônio disse...

Previsão para patch Argentina pro mobile?

Anônimo disse...

Acho que pra ficar mais interessante ainda teria que ter o contrato para técnicos.

Unknown disse...

Deixa eu ver se entendi...
Se eu tenho o BF18 no PC, posso pegar as equipes do 18 pra usar no 19²

Anônimo disse...

Vai dar para usar os do PC de 2018 em 2019?

Anônimo disse...

Espero que não demore um século como ano passado kkk

Anônimo disse...

Uma coisa que realmente poderia ser revista é o número de times para ter uma liga jogável. 20 times é muita coisa, deveria ser reduzido esse número para 8 times, o que ajudaria na expansão e realismo dos campeonatos no jogo. Muitas ligas de menor expressão tem apenas 8 ou 10 times na elite. Aliada a essa mudança, novas fórmulas de campeonatos (sejam estaduais ou nacionais) deveriam ser acrescentados. Nos estaduais, poderiam acrescentar fórmulas com 2 grupos de 4 e 5 times, por exemplo. Em campeonatos nacionais, poderiam dar margem para que se pudesse escolher o número de turnos que o campeonato tem (2, 3 ou 4, dependendo do número de times na divisão), além de fórmulas de grupos com 18 ou 20 times, como ocorrem nas terceiras divisões de Itália e Espanha. Não sei até que podem seria possível implementar essas mudanças, mas ajudariam bastante no realismo do jogo.

Anônimo disse...

Não vai ter muita diferença não. Todo ano é a mesma coisa, só muda uma coisa ou outra, mais incluir torneios regionais que é bom nada.

Matheus William disse...

Minhas sugestões:
-Aposentadoria e idade dos treinadores.
-Sistemas de troca de jogadores.
-Valores dos salários mais parecidos com o do mundo real para aumentar a disparidade entre as ligas europeias e as demais, aproximando o jogo da realidade.
-Sistema de contratos de patrocínios de acordo com o rendimento da equipe nas temporadas.
-Adição de outras competições continentais(Africana, asiática e Concacaf).
-Opção de edição do formato de copas nacionais, ex: final em jogo único, fases eliminatórias com apenas uma partida, etc.
-Times começando o jogo com todos os títulos que já possuem no mundo real( ex: Flamengo iniciar já com 6 brasileiros , 1 libertadores e etc na sua galeria de troféus).

Postar um comentário

 
Editado Por: Mais Template Designer Criador: Carlos Adailton