.

13/05/2016

Análise - Categorias de Base

(categoria de base do Santos)

Olá, meu nome é Marlon Munhôr e sou produtor de conteúdos da Vício Foot, por incrível que pareça já que não sou muito ativo. Kkkk

Bem, vim trazer pra vocês algumas coisas sobre a base, não sei se vai terminar em análise ou dicas, não produzo já faz um tempo e já to até aposentado, mas tive vontade de trazer alguma coisa pra Vício Foot além de ser fdp no chat.

Continuem lendo para mais informações...


Você provavelmente quando vai na sua base encontra jogadores lá, eles podem ter de meia estrela até cinco estrelas completas, quanto maior a quantidade de estrelas, maior o potencial do jogador, mas hoje começaremos a ver in game como isso funciona. Essa parte é a clichê e vocês nem precisavam ler na verdade, mas isso é importante: Explicarei sobre o talento do jogador que afeta a jogo, não só dá parte das estrelinhas, na verdade eu farei exemplos usando apenas jogadores com cinco estrelas, são os que eu aproveito no meu time, somente com cinco estrelas cheias.

Primeiro o que mudou no Brasfoot 2015 para o 2016? Algumas mudanças foram feitas, o limite de força inicial do promovido foi modificado e agora com 100% do potencial desenvolvido na base você pode ter sorte e promover um jogador com força até 36, porém anularam-se aqueles surgimentos de jogadores absurdamente fortes da base, que nunca surgiam no seu time, mas surgiam-nos outros e você já comprava de cara. Abaixo um print, fiz algumas compras da hora e vou mostrar na prática como rastrear jogadores e não gastar nada no futuro do seu time.


Eu costumo definir se um jogador será bem sucedido ou se será uma lenda a partir deste gráfico, como podem ver todos tem a mesma qualificação, alguns até com a mesma faixa de preço, porém sua porcentagem é absurdamente diferente. Obviamente quanto mais cheia a barra de potencial, melhor e eu já promovo os jogadores antes de chegarem a 100% exatamente para não perder força quando chegam na base e tem esse limite, no time ele se desenvolve plenamente, por isso para completar elenco sempre boto jogadores de 17, 18 anos, as vezes até 16 dependendo da situação (financeira).

Quando alcançar esse nível de avaliação, terá que contratar muitos jogadores para ter uma comparação, nunca dá pra saber de cabeça, não se preocupe, esse dinheiro de nas vendas acabam retornando ao clube mesmo que vendam imediatamente e o jogador vai se desenvolver já no elenco de outro time, isso é muito parecido com o que alguns grandes clubes fazem: Vendem o jovens com clausulas de recompra, muitos dos meus jogadores voltam ao clube para serem úteis, vide o exemplo abaixo:



No futuro será o melhor lateral esquerdo do jogo, não é um problema pra mim negociá-lo, seu salário estava fora do orçamento, eu revelei ele e ele foi útil, valorizou rápido e é um daqueles casos de desenvolvimento rápido.


Agora é jogador do Corinthians apesar de ainda não ter atuado, mas no futuro deve voltar a Desportiva se for interessante. Mas também logo abaixo entenderão que não é só a força do jogador e as estrelinhas cheias que importam, tem muito mais por trás disso na jogabilidade, o fator importante: O fator estrela, recentemente eu venho ficando meio puto com o cansaço dos jogadores, até das estrelas, mas vi a média de notas e como afetam positivamente o time e parei de reclamar.
Eu testei constantemente jogadores de baixo nível, recém-promovidos ao time titular para o segundo tempo, quando os colocava em situações complicadas de jogo como em jogos equivalentes, resultados apertados, principalmente em caso de zagueiros ou laterais o meu time passava a tomar gols constantemente, porém com sorte promovi um jogador e ele veio com estrela e seu comportamento in game foi diferente.


No jogo mais importante do time por exemplo, na pré-libertadores ele conseguiu tirar a melhor nota da equipe com 19 anos e 36 de força levando em conta que meus outros jogadores de defesa tem força acima de 80 é um grande feito ele ter sido fundamental, presumi e comprovei em jogos seguidos que o fator estrela estava presente nessa situação em especial.

Vocês viram lá em cima um gráfico dos jogadores na base com diferentes potenciais desenvolvidos, mesmo com a mesma idade e as estrelas, mas se torna uma diferença mais absurda no jogo quando são bem promovidos e desenvolvidos na hora certa.



Notem que o Rzezniczak tem 18 anos e 37 de força e as estrelas Long, Ghasemi, Spillane, Akrigg não passam de 34 já com 20 anos. Quando o jovem Rzezniczak tiver 20 anos ele estará com mais ou menos 47 de força.
Em resumo, se estivessem na mesma idade agora Rzezniczak teria 47 de força enquanto estrelas reveladas por outros clubes teriam 34 no máximo.
Apesar de eu ter destacado que estrela é importante, mas um elenco todo estrelado não vai te garantir absolutamente nada, você sempre pode achar um Rzezniczak que faz valer a pena apostar nele e isso se identifica no potencial acima da maioria, eu promovi na hora certa e ele certamente será o melhor volante do jogo por se desenvolver mais rápido que a maioria.
É sempre bom pensar em ter estrelas, é sempre bom ter potencial melhor que os outros times, em times inferiores usei muitos jogadores recentemente promovidos por outros times e escalei da quarta divisão até a primeira, é possível fazer isso? É, sem macetes, então também é possível sustentar-se da base, ter um dinheiro, investir para fortalecer a Liga e os jogadores do seu time. Eu sempre preferi promover jogadores quando ele tem 17 ou 18 anos, assim quando chegam aos 20 eu tenho como compará-los aos jogadores que estão sendo revelados pelos outros times, se estiverem no mesmo nível eu vendo e tento novamente, sempre é possível revelar um jogador excelente para o seu time, basta ter vontade e paciência. O jogo não tem como pesquisar juniores exatamente por isso, é pra dar trabalho mesmo (KKKKK).


Nesse ultimo gráfico conseguirão ver jogadores de diversas idades e com potenciais completamente diferentes uns dos outros, estão organizados por idade, então perceberá a diferença absurda de maneira mais simples, o melhor exemplo que posso dar com esses jogadores é o caso do Víctor Allione, é simples, é um talento lapidado pronto pra ser jogador de qualquer time com somente 18 anos e Emanuel Vera com 19 ainda seria uma aposta. Todos os jogadores ai vão se desenvolver bem, porém alguns melhores que os outros e esses serão os melhores jogadores do jogo em 10 temporadas, para quem gosta de longos e bons saves, levem em consideração.

Sobre longo prazo também ajudará selecionando boas combinações de características, se você joga no 3-5-2 é bom ter laterais eficientes para fazerem os Cruzamentos, se você pretende ter o controle de jogo no 4-4-2 a Marcação combinada a Passe podem dar folga aos laterais, meio-campistas sempre um com Arm/Pas ou então um com Pas e outro com Arm e outras boas características de meio-campistas, Zagueiros eu sempre prefiro um Des/Mar e outro Des/Res, no ataque é bom ter Fin/Cab, como companheiro ideal eu uso Vel/Fin, é uma boa combinação, mas também serve Dri/Fin, Fin/Dri, Fin/Vel.


Bem, espero que tenham tido uma boa leitura, eu ia fazer mais em uma pegada de bom humor, mas sou ruim com piadas, gostei bastante dessa, mas na próxima será melhor. Aproveitem e podem mandar imbox no Facebook ou aqui nos comentários, tentarei responder dúvidas, trazer dicas e mais análises. Valeu!

2 comentários:

Matheus Dornellas disse...

Faz uma análise do esquema 4-3-3

mxmiler - Max Müller disse...

Otimo Post Mano

Postar um comentário

 
Editado Por: Mais Template Designer Criador: Carlos Adailton